sábado, 31 de dezembro de 2016

Vida longa aos verdadeiros Patriotas da Nação!

Mais um ano de missão cumprida, 2016 foram centenas de missões, inclusive a construção do maior símbolo anti - comunismo do Brasil e América Latina e a Rádio O Pesadelo dos Políticos.  Um enorme Parabéns a Família O Pesadelo de Qualquer Político, guerreiros incansáveis que nos ajudam dia e noite nessa luta difícil. Continuaremos a organizar a Equipe em todo o Brasil, nossa batalha só terá fim quando atingirmos nosso objetivo. Os políticos, na sua grande maioria, estão nos ajudando, a destruição do Brasil está nos levando diretamente a salvação, INTERVENÇÃO.
    Estamos cansados, mas Deus é a nossa força maior e no final, seremos vitoriosos. Renovem as energias pois o maior Grupo Intervencionista do Brasil aumentará o ritmo das suas ações, Grupos Estaduais que não estiverem funcionando, serão deletados e recriados com membros verdadeiramente comprometidos com a causa. Aqui, jamais seremos grupo de " bate papo" somos operacionais e prezamos pelas ações de filantropia e conscientização do povo brasileiro, se procura bate papo, não tente entrar no Grupo pois será removido e bloqueado, mandado diretamente pra lista de Cuba. Aqui não tem descanso, aqui não tem recuo, falsos patriotas não se criam, infiltrados são perseguidos e banidos, pessoas que gostam de promover seus "nomes pessoais" usando a causa intervencionista são removidas e jamais serão bem vindas.
    Não temos merda  nenhuma para comemorar, não temos nada funcionando no Brasil, temos um povo sofrido, sem salários em dia, assassinatos diariamente, policiais executados, educação na lata do lixo, hospitais destruídos, políticos canalhas, drogas e bandidos por todos os lados, 200 bilhões de roubo por ano, crescimento zero, caos e fome na mesa de milhares de famílias.
   Que em 2017 a INTERVENÇÃO aconteça, as Forças Armadas do Brasil não podem mais fechar os olhos, toda a nação ordeira do Brasil deposita sua esperança e credibilidade nos senhores. Os motivos estão pra lá de detalhados, não precisam mais de clamor algum, retomem o Brasil e os ORDEIROS os seguirão.

    Pra quem tem o que comemorar, boas festas.

    2017 a cobra vai fumar!

Intervenção é O Pesadelo de Qualquer Político!

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Até quando as Forças Armadas do Brasil assistirão passivamente os fatos ocorridos no Brasil??





Desta vez, a VÍTIMA foi o Pai do nosso amigo e administrador Ricardo , da Equipe Pesadelo Minas Gerais. O descaso, a falta de estrutura, a falta de respeito ao povo brasileiro, a incompetência desta falsa democracia, assassinou o Pai do nosso irmão Patriota. Estão matando diariamente milhares de de cidadãos brasileiros, seja por falta de hospitais públicos ou por por falta de segurança. Direitos sagrados, nossos direitos constitucionais, não existem. Lamentamos profundamente o ocorrido patriota Ricardo. Que Deus receba o seu querido Pai de braços abertos para todo o sempre. A Família O Pesadelo de Qualquer fara de tudo para que este vídeo, alcance o maior número de pessoas possíveis.

Que os culpados sejam punidos exemplarmente!

Que as Forças Armadas do Brasil parem de somente observar os seus irmãos morrendo!
Não precisamos mais clamar SOCORRO, vocês já tem argumentos de sobra para assumirem o controle do país e devolver a Ordem e o Progresso.
SOCORRO Forças Armadas do Brasil, estamos morrendo, porcausados Políticos!

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Alerta aos "Verdadeiros" Patriotas da Nação, preocupados com o Brasil.

 Temos recebido inúmeros relatos e mensagens de membros e seguidores preocupados com a INTERVENÇÃO. Não se deixe enganar! O maior Grupo de Patriotas Intervencionistas do Brasil, informa e esclarece que INTERVENÇÃO não tem data prevista, Exército NÃO avisa, age. A INTERVENÇÃO acontecerá quando DEUS assim permitir e quando o nosso trabalho de CONSCIENTIZAÇÃO das massas acabar, não existe "mágica", isso requer muito esforço individual e suor de sol a sol, combatendo o bom combate. Somos centenas de Grupos, e percebo por ai, inúmeros "pseudos" líderes, pessoas que estão preocupadas somente com a divulgação dos seus nomes "pessoais" e não com o movimento INTERVENCIONISTA. Tais pessoas, são facilmente "identificadas", observe ao ler, fulano da "intervenção" chiquinha da "intervenção"...
   Estejam atentos, estão usando o movimento INTERVENCIONISTA, de pessoas realmente preocupadas com o Brasil para promoção pessoal. Tem alguns por ai, se dizendo inclusive "Líder" do possível governo de transição, o cúmulo do absurdo, pois nem alcançamos o objetivo ainda de atingir milhares de pessoas, a INTERVENÇÃO não aconteceu ainda e alguns, preocupados com vaidades pessoais e promoção pessoal.
    A Família Pesadelo que acabou de completar NOVE anos de combate ao comunismo e luta pela INTERVENÇÃO, jamais deixará que esse trabalho seja usado para fins pessoais. Goste alguns ou não, não temos rabo preso com ninguém e por aqui, NÃO passarão. O vento que venta ai, sopra aqui também.
   A Equipe Pesadelo de todo o Brasil, está preocupada em terminar a missão e em seguida, viver a vida em paz, não somos candidatos a nada, não pertencemos a partidos e não estamos preocupados com promoções pessoais. Foda-se o seu nome pessoal! Nunca usamos nenhum dos nossos grupos pra isso e não permitiremos isso, qualquer um que tentar, será removido prontamente. E por fim, um recado ao movimento Monarquista, tenho percebido um avanço e utilização de grupos INTERVENCIONISTAS para propagação da monarquia, e ideias monarquistas, sejam autênticos e travem a batalha de vocês se acreditam que o Brasil tem condição de virar uma monarquia, não usem como trampolim o movimento INTERVENCIONISTA, e caso aconteça do Brasil virar uma monarquia um dia, isso será após e bem depois da INTERVENÇÃO, se o POVO assim decidir, ou seja, não estamos preocupados com isso e sim com a INTERVENÇÃO. O que vem depois só DEUS é que sabe.

   Aos amigos tudo, aos inimigos o nosso melhor!

   Aos verdadeiros Patriotas do Brasil que estão preocupados com o povo sofrido do Brasil, SELVA!

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Destruição do Exército Brasileiro + Passarela de 109 Milhões.

O maior grupo INTERVENCIONISTA do Brasil, completa NOVE anos.

 Na verdade, começamos o "afastamento" da Política em 2005, quando sofremos uma enorme perseguição política acarretando no fechamento de uma empresa que tinha (25) anos de CNPJ e (90) funcionários, todos demitidos. Trata-se, nada menos, do que o 1° Clube de Paintball do Brasil, fundado pela Família Alarcón, mais precisamente pelo meu Pai. Desde então, O Grupo O Pesadelo de Qualquer Político, vem fazendo a sua parte na luta contra os políticos corruptos e comunistas, não contamos a nossa caminhada desde 2005 e sim, desde 2007 quando o Grupo nasceu no antigo Orkut, numa comunidade pequena, com cerca de (50) pessoas. No início, éramos "O Pesadelo de Qualquer Prefeito" por conta do prefeito infeliz que fez a covardia acima de cassar um alvará de (25) anos sem multar, sem autuar, sem fiscalizar e arbitrariamente simplesmente fechando de uma vez por todas a empresa, destruiu o trabalho de uma vida inteira, de toda uma família. Isso despertou a nossa vontade por mudanças, começamos a perceber que os Políticos são quase todos iguais, que o povo não é e nunca foi respeitado, que só temos a INTERVENÇÃO como salvação do país. Casos como esse, são normais e temos muitos exemplos, todos os dias eu recebo relatos de perseguições, pessoas que até abandonaram o país por conta disso. A Família Pesadelo, completa NOVE anos nessa luta incansável pela INTERVENÇÃO, (9) anos de ações de filantropia e conscientização, as primeiras ações, na Região dos Lagos - RJ, foram de filantropia, distribuindo milhares de mudas da fruta Noni, fruta mais potente do mundo que combate e previne inúmeros tipos de doenças. Jamais tivemos ajude de Partidos, Empresários ou Políticos, sempre caminhamos com esforço próprio e ajuda dos Patriotas que compõem o grupo. Já passamos por muitos momentos, temos inúmeros relatos nessa caminhada, foram inúmeros perfis, sites, blogs, canal no youtube, páginas e trabalhos derrubados pela censura e covardia que persegue as pessoas que querem algo melhor para o país, em especial os INTERVENCIONISTAS. Ninguém gosta dos INTERVENCIONISTAS, nunca tivemos apoio, e mesmo assim, nunca desistimos, sempre avançamos. Hoje, somos o MAIOR Grupo de Patriotas INTERVENCIONISTAS do país, com Equipes em formação por todo o território nacional, a meta são as ações coordenadas e padronizadas, muitas já estão em andamento, outros na fase de organização. Prezamos pelas ações de filantropia e conscientização, visando despertar a população para a única salvação do Brasil, a INTERVENÇÃO. O Elmo Espartano (capacete) símbolo da nossa logomarca, sempre foi respeitado, o vigor e força nas nossas ações, é em respeito aos bravos Espartanos que morreram defendendo a verdadeira democracia. Muitos historiadores, consideram a batalha do Desfiladeiro das Termópilas na Grécia, (480) A.C como a batalha que deu origem a democracia, pois se a Pérsia (Irã) de hoje tivesse vencido, o curso da história teria sido outro, livros bem como toda a história da Grécia, teria sido destruída. No Brasil, estamos tentando bravamente resgatar a ORDEM e o PROGRESSO, encontrados hoje, somente na bandeira do Brasil, nada mais justo do que se inspirar nesses valentes guerreiros, ser INTERVENCIONISTA, requer Força, Coragem, Determinação e Amor ao solo sagrado do Brasil. Como Militar da Reserva, Cabo, 21° Bateria de Artilharia Anti - Aérea, cumpri parte da missão ao fundar este trabalho, hoje, todos vocês, estão na linha de frente conosco. A nossa responsabilidade é enorme, hoje administramos mais de 30 páginas, 8 grupos no Facebook, Revista Digital, Blog, E-mail de denúncia, 30 Grupos no Whatsapp, dois Canais no Youtube, Twitter e agora, a Rádio O Pesadelo dos Políticos. O povo brasileiro sempre poderá contar com os verdadeiros Patriotas da Nação, aqui, não divulgamos nomes pessoais, não usamos o movimento INTERVENCIONISTA para esse fim, o nosso objetivo e usar o alcance e tamanho somente para divulgar as nossas ações de filantropia e conscientização, despertar as pessoas em relação a INTERVENÇÃO. Em 2017, teremos o primeiro encontro Nacional da Família Pesadelo, nosso aniversário de dez anos, estaremos juntos se assim DEUS permitir. Um forte abraço aos Patriotas da Família Pesadelo, é uma honra estar aqui com todos vocês. Segundo a Revista Veja, um a cada três brasileiros, deseja a INTERVENÇÃO, estamos cumprindo a nossa parte nessa luta. Cedo ou tarde, com a ajuda de DEUS, seremos vitoriosos.

Parabéns Família Pesadelo!

SELVA!

Deus, Pátria e Família!

sábado, 24 de dezembro de 2016

Sorria, um a cada três brasileiros, desejam a INTERVENÇÃO!

Esperamos que em 2017,  nosso objetivo seja alcançado, os valentes Patriotas da Nação, lutam dia e noite, ano após ano, sem nenhum descanso e apoio, contra tudo e contra todos. Mesmo assim, estamos conscientes que a MISSÃO está sendo cumprida com VALENTIA. A matéria (pesquisa) da Revista Veja essa semana, deixou claro que UM A CADA TRÊS BRASILEIROS, desejam os TANQUES nas ruas e a aclamada INTERVENÇÃO CONSTITUCIONAL. As dificuldades encontradas são muitas, mas jamais iremos desistir do nosso país, o trabalho de formiga está funcionando, uma andorinha, faz verão sim, somos várias andorinhas espalhadas pelos quatro cantos do país e do mundo. Jamais percam as esperanças, cedo ou tarde, alcançaremos o objetivo final, lá na frente, os brasileiros ORDEIROS irão nos agradecer.
   Renovem as energias, pois em 2017, estaremos concluindo a organização de todos os Grupos estaduais, as ações serão coordenadas e simultâneas em todos os estados. 
   Desejamos um Feliz Natal aos VERDADEIROS Patriotas da Nação e a toda Família O Pesadelo de Qualquer Político.

    FORÇA AO MAIOR GRUPO DE PATRIOTAS DO BRASIL!!
    
   PRECISAMOS CONCLUIR A MISSÃO!

   FORÇA E FOCO EM 2017!

   DEUS, PÁTRIA E FAMÍLIA!



segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

A mídia CANALHA não mostrou! Copacabana é INTERVENÇÃO!

Entrevista da Equipe Pesadelo no Jornal O Dia.



A Equipe "O Pesadelo de Qualquer Político – RJ" concedeu entrevista ao Jornal "O Dia" ontem (04) na orla de Copacabana, as palavras do Sr. Emílio Alarcón (Jornalista) e membro da equipe, não foram reproduzidas por completo, infelizmente.

Apesar da matéria estar incompleta, não tiveram como esconder o avatar do General Mourão erguido em Copacabana. Deixamos um agradecimento especial a Equipe Pesadelo RJ, pois os responsáveis pelo avatar, ao chegarmos no local, não sabiam sequer ligar o gerador, o equipamento estava com defeito na tomada e foi identificado um furo no avatar que inviabilizou o seu enchimento por completo, incapaz de ficar esposto na orla por muito tempo. A tomada foi consertada na hora e o boneco foi erguido mesmo com furo e forte ventania na orla, com ajuda da própria população, que vibrou.

Aos responsáveis pelo avatar, sugerimos uma melhor manutenção do equipamento e a entrega do mesmo a pessoas "capacitadas" a cumprirem a missão.

Mesmo assim, MISSÃO CUMPRIDA!



A Rádio "O Pesadelo dos Políticos" já está no ar, participe, denuncie e seja um locutor.

*** www.opesadelodospoliticos.com.br
*** Baixe nosso aplicativo para Android – https://play.google.com/store/apps/details?id=com.setehosting.opesadelodospoliticos

*** Contato / Denúncia / Rádio Pesadelo / Grupos Estaduais – (61) 999045568.

Foto: Jornal O Dia 05/12/2016

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Uma nova era! Scuderie Detetive Le Cocq através do Grupamento de Resgate e Salvamento, fortalecendo os irmãos do Haiti.

 Uma nova era se inicia, a Scuderie Detetive Le Cocq, através do Grupamento de Resgate e Salvamento que realiza um trabalho brilhante de filantropia, estiveram hoje, dia (30/11/2016) no Hospital São Francisco de Assis na Tijuca – Rio de Janeiro. Foram entregues, roupas, calçados, materiais de higiene pessoal, alimentos, materiais de primeiros socorros e cobertores. Todo o material será enviado ao Haiti, para ajudar os irmãos haitianos na situação calamitosa que o país se encontra, devido ao último desastre natural.

O comandante do Grupamento Sr. Sérgio e Sr. Alarcón Sub. Cmt que também representa a Família O Pesadelo de Qualquer Político, fizeram a entrega e foram recebidos pela Irmã Quirina responsável pelo setor.

Foi observado no local, uma gigantesca quantidade de donativos que serão enviados aos irmãos haitianos, demonstrando assim, um brilhante trabalho das Irmãs do Hospital São Francisco de Assis.

A Família Pesadelo se orgulha em poder ajudar neste trabalho, estaremos juntos até o fim.

Deus, Pátria e Família!








sexta-feira, 25 de novembro de 2016

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

O Pesadelo de Qualquer Político, fechando forte parceria com o Jornal Nação Brasil.

 Recebemos de braços abertos os mais novos parceiros da Família "O Pesadelo de Qualquer Político", um dos poucos Jornais de DIREITA no Brasil. Jornal focado no "resgate da nação", defensores de Deus , Pátria e Família. O Jornal Nação Brasil, tem uma tiragem de trinta mil exemplares "quinzenalmente" e a partir de dezembro, estará a disposição nas bancas, semanalmente. É distribuido em todo o Estado do Rio de Janeiro, Vitória (ES) e Belo Horizonte (Mg). A Equipe Pesadelo, estará contando com meia página a cada edição, para expor as nossas matérias, ações filantrópicas e de conscientização. Sem dúvida, um grande salto no combate a praga comunista.

Deus, Pátria e Família!

Foto: ( Luiz Carlos Verri Coutinho da Oscip Protege Brasil (Diretor) , Ricardo Lyra Ribeiro (Direto Executivo) do Jornal Nação Brasil e Emílio Galdeano Alarcón do Grupo O Pesadelo de Qualquer Político ( Jornalista).


domingo, 20 de novembro de 2016

Falou tá falado, Bolsonaro é INTERVENÇÃO!





PRA QUEM DIZ QUE O DEP. BOLSONARO NÃO É INTERVENCIONISTA, TOMA!


PARTICIPE DO MAIOR GRUPO DE PATRIOTAS DO BRASIL.
WHATSAPP PESADELO: 61-999045568.







Confirmado! Educação de qualidade é possível sim!





Acontece todo sábado, no bairro Jorge Teixeira "Amazonas" preparação
do Cidadão para a carreira Militar. Vídeos e fotos do dia (19/11/2016)
Portas
abertas para a Equipe Pesadelo AMAZONAS, no próximo sábado, estaremos
em reunião com eles para tratarmos da questão das Escolas Militares,
estão dispostos a nos ajudar, são militares da Ativa e da Reserva
incluindo as três Forças, Exército Marinha e Aeronáutica. Um dos
Administradores da Pesadelo AM foi convidado a ser Instrutor.
E olha que não tem muita DIVULGAÇÃO mas vamos ampliar e atingir ao máximo a população.
E
tanto para quem quiser seguir carreira Militar ou apenas servir
temporariamente, mas a resposta deles e servir a vida toda a nação já
está no sangue.
Brilhante empenho da Equipe Pesadelo de Qualquer Político - Amazonas! SELVAAAAA!
PARTICIPE DO MAIOR GRUPO DE PATRIOTAS DO BRASIL.
WHATSAPP PESADELO: 61-999045568.


terça-feira, 15 de novembro de 2016

Panfletagem em frente ao Comando Militar do Oeste, equipe MS.









Equipe Pesadelo Mato Grosso do Sul realizando brilhante panfletagem na frente do Comando Militar do Oeste - MS.
PARTICIPE DO MAIOR GRUPO DE PATRIOTAS DO BRASIL.
WHATSAPP PESADELO: 61-999045568.

domingo, 30 de outubro de 2016

Para que o mal vença, basta que os bons nada façam.

Equipe "O Pesadelo de Qualquer Político Amazonas" lutando incansavelmente pelo futuro do nosso Brasil. O projeto de militarização das escolas do Amazonas está avançando dia e noite. Assinaturas estão sendo colhidas e reuniões com os pais dos alunos estão sendo realizadas.
Brilhante iniciativa da Equipe Pesadelo Amazonas.
A FAMÍLIA O Pesadelo de Qualquer Político é um exemplo vivo que poucos Patriotas destemidos, sem apoio de ninguém, fazem toda a diferença do mundo.
Não ha mal que dure para sempre! 
Nos somos os Patriotas da Nação!

FORTALEÇA O GRUPO NO SEU ESTADO. 
Whatsapp PESADELO: 61-999045568.




sábado, 29 de outubro de 2016

GIGANTE ESCUDO DE PATRIOTAS FRENTE AO TEATRO RAUL CORTEZ EM DUQUE DE CAXIAS - RJ.

" Pesadelo de Qualquer Político " é um Grupo de Patriotas Ativos na Luta contra a Escravidão Comunista no Brasil , contra o Aparelhamento, Corrupção , o Fim dos 03 Poderes contaminados pelo " Foro de São Paulo " e esta " Ditadura Esquerdista Socialista Comunista Marxista " no País. " Teatro Raul Cortez " " Duque de Caxias " " Rio de Janeiro "



Outra missão, outra Vitória! HURRA!

Na terra desgovernada pelo PSB 'Partido Socialista Comunista Brasileiro' por oito anos, o Centro de Duque de Caxias recebeu o maior símbolo ANTI - COMUNISMO da América Latina.

Vida longa aos PATRIOTAS INTERVENCIONISTAS do BRASIL!



PARABÉNS  a FAMÍLIA O PESADELO DE QUALQUER POLÍTICO!



PARTICIPE DO MAIOR GRUPO DE PATRIOTAS DO BRASIL. 

FORTALEÇA O GRUPO NO SEU ESTADO. 



GRUPO Whatsapp PESADELO: 61-999045568.



sábado, 22 de outubro de 2016

O povo ordeiro do Brasil, diz SIM a militarização das escolas!

ISSO AQUI , É A PESADELO AMAZONAS LUTANDO PELO BRASIL.
PROJETO DE MILITARIZAÇÃO DAS ESCOLAS FOI MUITO BEM RECEBIDO PELOS PAIS DOS ALUNOS.
BRILHANTE INICIATIVA DA EQUIPE PESADELO AMAZONAS!
VIDA LONGA A FAMÍLIA O PESADELO DE QUALQUER POLÍTICO!
SELVAAAAA!!
PARTICIPE DO MAIOR GRUPO DE PATRIOTAS DO BRASIL.
FORTALEÇA O GRUPO DO SEU ESTADO.
GRUPO WHATSAPP PESADELO: 61-999045568.


sábado, 1 de outubro de 2016

Ação relâmpago na Igreja São Francisco Xavier na Tijuca - RJ - 01/09/2016.

PARABÉNS AO GRUPO PESADELO - RJ!
TODOS OS ESTADOS FARÃO A MESMA AÇÃO!
A negativa de realizar uma panfletagem na parte interna na frente da Igreja, não nos impediu de concluir a ação na frente da Igreja São Francisco Xavier na Tijuca - RJ. Um casal de senhores disseram ser "socialistas" e criticaram o panfleto, foram devidamente chamados de excomungados.
Poucos Patriotas fazem toda a diferença do mundo, está provado outra vez!
Faremos isso, em todas as Igrejas do Brasil, ao final de cada missa, independente de qual religião for.
Só descansaremos quando toda população for atingida por informação.
Um abraço ao novo irmão Elton e sua Esposa que fortaleceram a ação!
AVANTE PATRIOTAS DO BRASIL!
DEUS, PÁTRIA E FAMÍLIA!!
FORTALEÇA O GRUPO DA SUA CIDADE!
GRUPO WHATSAPP PESADELO: 61-999045568.


QUEM É CARLOS BOLSONARO!

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

" O PESADELO DE QUALQUER POLÍTICO " " ANTI - COMUNISTA "

A FAMÍLIA "O PESADELO DE QUALQUER POLÍTICO" AGRADECE O RECONHECIMENTO E APOIO AO NOSSO ESFORÇO EM PROL DE UM BRASIL MELHOR!
AOS GUERREIROS DA FAMÍLIA "UNIVERSO" HURRA!!!!!!!
DEUS. PÁTRIA E FAMÍLIA!!


segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Avatar do General Mourão invade Copacabana.

Brilhante iniciativa dos PATRIOTAS DA NAÇÃO DE SÃO PAULO, ergueram o avatar do General Mourão em plena Copacabana um dia após o encerramento da Olimpíada do Imundo.

Hoje, não fomos incomodados muito menos removidos como aconteceu ontem dia 21/08/2016 no entorno do Maracanã. A manifestação pacífica e ordeira aconteceu tranquilamente.



PARABÉNS AOS PATRIOTAS DO BRASIL QUE LUTAM POR UM PAÍS DIGNO E ORDEIRO.



Agradecemos a Scuderie Detetive Le Cocq e a Família Pesadelo de Qualquer Político presentes no local fortalecendo a ação.



BRASIL ACIMA DE TUDO!



DEUS, PÁTRIA E FAMÍLIA!



PARTICIPE DO MAIOR GRUPO DE PATRIOTAS INTERVENCIONISTAS DO BRASIL.

WHATSAPP PESADELO: 61-999045568.



domingo, 21 de agosto de 2016

AVATAR DO GENERAL MOURÃO NA FINAL DA OLIMPÍADA DO IMUNDO.

Mesmo com decisão judicial liberando manifestação pacífica e ordeira dentro ou fora dos estádios, prevendo multa de dez mil reais caso tivesse algum tipo de impedimento, fomos forçados a sair da frente do Maracanã com o Avatar inflável do General Mourão. É isso mesmo, OS PATRIOTAS DA NAÇÃO conseguiram levantar o GENERAL MOURÃO, símbolo da luta patriótica no Brasil, na frente do Maracanã na final da Olimpíada do Imundo.

Lamentável que a decisão do Juiz tenha sido descumprida pelos Coronéis Candido e Rocha da Polícia Militar do Estado do RJ que ordenaram que saíssemos do local, foi acionada a tropa de choque para nos retirar caso não baixássemos o avatar do General.

Os Coronéis citados acima, pediram e garantiram que na estação de São Cristovão, poderíamos nos manifestar tranquilamente, nos deslocamos até o local carregando peso e com senhoras de idade no Grupo, chegando ao local, outro comandante nos impediu de levantarmos o General Mourão.

NÃO CONSEGUIMOS NOS EXPRESSAR!!

Manifestação pacífica e altamente ordeira, prevista na Constituição Federal do Brasil, e resguardada por decisão judicial.

Procuraremos os nossos direitos, pois ainda confiamos na Justiça do Brasil!

Não podemos expressar a nossa opinião livremente, isso é uma FALSA DEMOCRACIA!!

JAMAIS DESISTIREMOS DO BRASIL!!!!!!

PARABÉNS AOS PATRIOTAS DA NAÇÃO!!

DEUS, PÁTRIA E FAMÍLIA!!

PARTICIPE DO MAIOR GRUPO DE PATRIOTAS INTERVENCIONISTAS DO BRASIL.

WHATSAPP PESADELO: 61-999045568.



terça-feira, 9 de agosto de 2016

O GIGANTE ANTI - COMUNISMO DO BRASIL, EXPOSTO NOVAMENTE!

A LUTA ANTI - COMUNISMO NÃO PARA! ABRIMOS O MAIOR SÍMBOLO ANTI - COMUNISMO DO BRASIL, NA LAGOA RODRIGO DE FREITAS. A POPULAÇÃO APLAUDIU DAS SACADAS DOS SEUS RESPECTIVOS EDIFÍCIOS E CARINHOSAMENTE NOS ENVIARAM AS FOTOS TIRADAS POR ELES MESMOS.

O BRASIL JAMAIS SERÁ VERMELHO!!!!!

NÓS SOMOS OS DESTEMIDOS PATRIOTAS DA NAÇÃO!!

AGRADECIMENTO ESPECIAL AOS GUERREIROS DANIEL ( CRUZADA PELA LIBERDADE) ROGÉRIO ( VOZ DA LIBERDADE E TONI ( FORO DO BRASIL RJ).

UM ABRAÇO ESPECIAL AOS VALOROSOS GUERREIROS DA FAMÍLIA O PESADELO DE QUALQUER POLÍTICO!

AVANTE BRASIL!!!!!!!!!!!

AVANTE BRASIL VARONIL!!!!!!!

PARTICIPE DO MAIOR GRUPO DE PATRIOTAS INTERVENCIONISTAS DO BRASIL!

WHATSAPP PESADELO: 61-999045568.

FORA COMUNAS!!!!!!!!!



Construção do maior símbolo Anti - Comunismo do BRASIL.

domingo, 17 de julho de 2016

Preço do Gatorade nos EUA assusta!

REVOLTANTE! UM DÓLAR O LITRO DO GATORADE!
CHEGA DE PAGAR IMPOSTO E NÃO TER RETORNO!
CHEGA DE SUSTENTAR POLÍTICOS RATAZANAS QUE VIVEM COMO REIS DA ARÁBIA AS CUSTAS DO NOSSO DINHEIRO!
UM FORTE ABRAÇO PRO NOSSO AMIGO SARGENTO FELICIANO! OUTRO CORRESPONDENTE PATRIOTA DIRETAMENTE DOS EUA.


Força-Tarefa Guarani chega ao Rio e formará a Brigada Montese.

VIVA AS FORÇAS ARMADAS DO BRASIL!!



QUANDO O CALDO ENTORNA, OS CANALHAS PEDEM SOCORRO RAPIDAMENTE...



sexta-feira, 24 de junho de 2016

INTERVENCIONISTAS CRESCEM ASSUSTADORAMENTE !

Quase " 3 Milhões de pessoas " em uma semana visitam página de " Intervenção Militar " Facebook : " O Pesadelo de qualquer Político " Matéria da " Revista Militar " . Realmente estamos num Governo de Esquerdas, brigam somente pelo poder, mas sua Política é Socialista Comunista, isso é o que acaba com o Brasil ! Inversão de Valores ! Imoralidade ! Vadiagem ! Bandidagem ! Ditadura disfarçada !



Viva as olimpíadas!!! Viva o Rio de Janeiro!!! Viva o Brasil!!!!

terça-feira, 14 de junho de 2016

CASO CORRFAPLAN E HOSPITAL PROCÓRDIS EM NITERÓI POSSUEM O MESMO ALGOZ.


 CASO   CORRFAPLAN   E  HOSPITAL   PROCÓRDIS EM NITERÓI  POSSUEM   O   MESMO   ALGOZ:


ATENÇÃO senhores LEITORES e ou   VÍTIMAS , mais uma notícia de Interesse Público, referente, ao Sr. JOSE CARLOS DA SILVA  CARVALHO, nascido em 10/03/66, denunciado pelo Ministério Público Estadual e Federal, como incurso nos artigos 171 e 288 em dezenas de processos, inclusivo, com inúmeras condenações, notadamente, no caso  CORRFAPLAN, bem como, HOSPITAL PROCORDIS. Conforme recente pronunciamento, o JURISTA, Ives Gandra Martins, disse:   QUALQUER FATO OU NOTÍCIA GRAVE E OU RELEVANTE, QUANDO DESCOBERTO, QUALQUER CIDADÃO DEVE TORNA-LO PÚBLICO, NOTADAMENTE SE, ESSE CIDADÃO, FOR UM PROFISSIONAL DE IMPRENSA. CHAMA-SE A ISSO, LIBERDADE JORNALISTICA OU DE IMPRENSA. Portanto, como Jornalista, tenho o dever de participar a todos que, esse indivíduo, estará no dia 16/06/16, às 13,30 hs, no Fórum Central da Cidade do Rio de Janeiro, no 8º Juizado Especial Criminal - salas 405 / 406, em audiência, logo, quem precisar notifica-lo, é  a OPORTUNIDADE ÚNICA, afinal, ENGANOU , LUDIBRIOU , SE LOCUPLETOU, de centenas de pessoas, comprovadamente.  Participo também que, esse senhor, pode ser encontrado nos telefones  3786-0279 ou  7803-3020 e, no endereço residencial  à , Rua Professor Eurico Rabelo nº 87 – Ap. 02 – Maracanã – RJ . Boa  sorte a todos as vítimas. Contato: jornalistaegalarcon@yahoo.com.br.

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Bases de Guerrilha no Brasil atual! vocês sabiam disso??


“ÁREA PROIBIDA
A nenhuma dessas colônias o poder público tem acesso. Sob o manto da "revolução agrária", a LCP empunha as bandeiras do combate à burguesia, ao imperialismo e ao latifúndio, enquanto seus militantes assaltam, torturam, matam e aterrorizam cidades e zonas rurais nessas profundezas do Brasil. Encapuzados, armados com metralhadoras, pistolas, granadas e fuzis AR-15, FAL e AK-47 de uso exclusivo das Forças Armadas, eles já somam quase nove vezes mais combatentes que os 60 militantes do PCdoB que se embrenharam na Floresta Amazônica no início dos anos 70 na lendária Guerrilha do Araguaia. "A Colômbia é aqui", diz o delegado Gonçalves, numa referência às Farc.”
“13 bases já se estendem no estado de Rondônia!”
Não esqueçamos das lições de Sun Tzu, uma das quais preconiza: “Quem não for precavido e fizer pouco dos seus adversários, certamente será abatido por eles.”
==========================================================================================
                            
O Brasil tem guerrilha

ISTO É entra na base da Liga dos Camponeses Pobres, um grupo armado com 20 acampamentos em três Estados, que tem nove vezes mais combatentes que o PCdoB na Guerrilha do Araguaia e cujas ações resultaram na morte de 22 pessoas

O barulho de dois tiros de revólver quebrou o silêncio da noite na pacata comunidade rural de Jacilândia, distante 38 quilômetros da cidade de Buritis, Estado de Rondônia. Passava pouco das 22 horas do dia 22 de fevereiro quando três homens encapuzados bloquearam a estrada de terra que liga o lugarejo ao município e friamente executaram à queima-roupa o agricultor Paulo Roberto Garcia. Aos 28 anos, ele tombou com os disparos de revólver calibre 38 na nuca. Dez horas depois do crime, o corpo de Garcia ainda permanecia no local, estirado nos braços de sua mãe, Maria Tereza de Jesus, à espera da polícia. Era o caçula de seus três filhos. Um mês depois do assassinato, o delegado da Polícia Civil de Rondônia que investiga o caso, Iramar G onçalves, concluiu: "Ele foi assassinado pelos guerrilheiros da LCP."
A sigla a que o delegado se refere, com estranha naturalidade, quer dizer Liga dos Camponeses Pobres, uma organização radical de extrema esquerda que adotou a luta armada como estratégia para chegar ao poder no País através da "violência revolucionária". Paulo Roberto foi a mais recente vítima da LCP, que, sob a omissão das autoridades federais e o silêncio do resto do Brasil, se instalou há oito anos na região e, a cada hora, se mostra mais violenta. Apenas em 2007, as operações do grupo produziram 22 vítimas – 18 camponeses ou fazendeiros e quatro guerrilheiros. Amplamente conhecidos em Rondônia, os integrantes da LCP controlam hoje 500 mil hectares. Estão repartidos em 13 bases que se estendem de Jaru, no centro do Estado, às cercanias da capital Porto Velho, se alongando até a fronteira com a Bolívia, região onde e les acabaram de abrir uma estrada. O propósito dos guerrilheiros seria usá-la como rota de fuga, mas, enquanto não são incomodados nem pela Polícia Federal nem pelo Exército, a trilha clandestina está sendo chamada de transcocaineira – por ela, segundo a polícia local, passam drogas, contrabando e as armas da guerrilha.

ÁREA PROIBIDA
A nenhuma dessas colônias o poder público tem acesso. Sob o manto da "revolução agrária", a LCP empunha as bandeiras do combate à burguesia, ao imperialismo e ao latifúndio, enquanto seus militantes assaltam, torturam, matam e aterrorizam cidades e zonas rurais nessas profundezas do Brasil. Encapuzados, armados com metralhadoras, pistolas, granadas e fuzis AR-15, FAL e AK-47 de uso exclusivo das Forças Armadas, eles já somam quase nove vezes mais combatentes que os 60 militantes do PCdoB que se embrenharam na Floresta Amazônica no início dos anos 70 na lendária Guerrilha do Araguaia. "A Colômbia é aqui", diz o delegado Gonçalves, numa referência às Farc.



NO CORAÇÃO DA GUERRILHA Armado de AR-15, policial entra em território dominado pela LCP e uma barreira que proíbe o acesso ao centro de treinamento militar. "Não dá para observá-los, mas estamos sob sua mira", diz à reportagem de ISTOÉ um sargento da PM de Rondônia
A reportagem de ISTOÉ entrou nessa área proibida. No distrito de Jacinópolis, a 450 quilômetros de Porto Velho, bate o coração da guerrilha. Segundo o serviço secreto da Polícia Militar de Rondônia, é ali que está o campo de treinamento. "Nem com 50 homens armados eu tenho coragem de entrar na invasão deles", admite o delegado. Caminhar pelas hostis estradas enlameadas é como pisar em solo minado. A todo momento e com qualquer pessoa que se converse, o medo de uma emboscada é constante. Os militantes adotam as táticas de bloqueio de estradas e seqüestro das pessoas que trafegam pela área sem um salvo-conduto verbal liberado pela LCP. "É a forma de combater as forças inimigas", escreveram eles num dos pa nfletos que distribuíram na região. "Esses bandoleiros foram muito bem treinados pelos guerrilheiros das Farc", revela o major Enedy Dias de Araújo, ex-comandante da Polícia Militar de Jaru, cidade onde fica a sede da Liga.
Para se chegar à chamada "revolução agrária", dizem os documentos da LCP aos quais ISTOÉ teve acesso, a principal ação do grupo é pôr em prática a chamada "violência revolucionária". E, para os habitantes locais, essa tem sido uma violência fria e vingativa. No caso da sua mais recente vítima, o que a LCP fez foi uma execução sumária, após um julgamento interno suscitado pela desconfiança sobre o real propósito da presença de Paulo Roberto Garcia na região. "Eles acreditam que o rapaz era um agente infiltrado como agricultor e não tiveram dúvida em matálo", disse o delegado. Dos 22 mortos de 2007, quatro eram fazendeiros e 14 eram funcionários das fazendas, que a liga camponesa classifica como paramilitares. Na parte dos guerrilheiros, quatro foram enterrados – ass assinados em circunstâncias distintas por jagunços das fazendas da região.
Além de matar, a LCP é acusada pela polícia de incendiar casas, queimar máquinas e equipamentos e devastar a Floresta Amazônica. Os moradores da comunidade onde vivia Garcia não sabem o que é luta de classe, partido revolucionário e muito menos socialismo. Mas eles sabem muito bem que, desde a chegada da LCP naquelas bandas, a morte matada está vencendo a morte morrida.

ALERTA NA SELVA 
Só quem consegue transitar livremente no território da guerrilha são os caminhões dos madeireiros clandestinos, que pagam um pedágio de R$ 2 mil por dia à LCP para rodar nas estradas de terras controladas pela milícia. Em troca do pedágio, os guerrilheiros dão segurança armada aos madeireiros para que eles possam roubar árvores em propriedades privadas, áreas de conservação e terras indígenas. São terras que a LCP diz ter "tomado" – e o verbo tomar, no lugar de "invadir" ou "ocupar", como prefere o MST, não é mera semântica, mas uma revelação do caráter belicoso do grupo. "A falha é do Exército brasileiro, que deixa esses terroristas ocuparem nossa área de fronteira", acusa o ma jor Josenildo Jacinto do Nascimento. Comandante do Batalhão de Polícia Militar Ambiental, Nascimento sente na pele o poder e a arrogância desse bando armado.
No ano passado, eles derrubaram uma base militar da Polícia Ambiental dentro de uma unidade de conservação e seqüestraram seus soldados. "A tática utilizada pela LCP para as emboscadas é certeira", admite um dos militares, mantido preso por sete horas. "Como são estradas de terras, no meio da floresta, eles derrubam árvores, que fecham o caminho. Quando as pessoas descem do carro para retirar a tora, são rendidas", diz E. S., militar da Polícia Ambiental, que recorre ao anonimato para se proteger. "Essa guerra é um câncer que está se espalhando pelo Estado", alerta Nascimento.
Assim como consta nos panfletos da Liga, os guerrilheiros postam homens em bases nos morros com binóculos e rojão para anunciar a "invasão" de sua área por "forças inimigas". Depois de sermos monitorados de perto por grupos de motoqueiros, durante os 38 quilômetros que levamos uma hora e meia para percorrer no território dominado pela LCP, ouvimos uma saraivada de rojões anunciando nossa presença. Estávamos próximos a uma base. O alerta serve também para que os homens armados se infiltrem na mata ocupando as barricadas montadas com grandes árvores nas cercanias dos acampamentos.




MORTE NO CAMPO
O agricultor Garcia (à dir.) foi morto com dois tiros na nuca. "Os guerrilheiros achavam que ele era um agente infiltrado na área da guerrilha", disse o delegado Iramar Gonçalves. Os líderes da LCP acusados de assassinato são Russo (à esq.) e Caco, foragido
"O fato é que não dá para observá-los, mas estamos sob sua mira", adverte o militar da Polícia Ambiental que nos acompanha. Na verdade, a PM Ambiental é a única força do Estado cuja presença ainda é tolerada pela guerrilha. A explicação é simples: com apenas oito agentes para cuidar de quase 900 mil hectares naquela região, eles não representam ameaça ao grupo. Antes, serão presas fáceis se assim os militantes o desejarem.
A BASE
Logo que o barulho dos rojões reverbera na imensidão da selva, as mulheres e crianças vestem seus capuzes e assumem a linha de frente. Quando se chega ao topo de um morro, depois de passar por uma barricada construída com o tronco de uma imensa árvore com a inscrição da Liga, avista-se uma bandeira vermelha tremular na franja de um acampamento de casas com cobertura de palha. Pouco tempo depois, outra barricada e chega-se a uma parada obrigatória. Do outro lado da porteira, transcorreu o seguinte diálogo com uma trupe maltrapilha, encapuzada e arredia.
– O que vocês vieram fazer aqui? – disse um nervoso interlocutor mascarado.
– Somos jornalistas e queremos saber o que vocês têm a dizer sobre a reforma agrária e a Liga dos Camponeses Pobres.
– Podem ir embora, não temos nada a dizer. Vocês só atrapalham.
– Quantas famílias estão nesta invasão?
– 300.
– Podemos falar com o líder de vocês?
– Aqui não existe líder, todos somos iguais.
– Por que vocês ficam mascarados?
– A máscara é nossa identidade.
– Vocês acreditam que podem fazer uma revolução?
– Não temos que dar satisfações à imprensa burguesa.
– De quem vocês recebem apoio?
– Não interessa.
– Podemos entrar no acampamento?
De forma alguma. Vão embora daqui!
Com colete à prova de balas sob a camisa, saímos da porteira do acampamento por uma questão de segurança e voltamos a percorrer de carro, numa estrada precária, mais uma hora e meia até o primeiro ponto de pedágio da LCP. "No ano passado, fomos presos por eles, éramos oito militares e eles tinham mais de 50 homens armados com metralhadoras", conta o sargento da tropa. "Não tem jeito, para resolver o problema com esse bando só com uma ação conjunta do Exército, da Polícia Federal e das forças do Estado."




TERROR O fazendeiro Sebastião Conte (à esq.) teve a sede, os tratores e seu plano de manejo incendiados. Os guerrilheiros não pouparam nem mesmo o posto da Polícia Ambiental, que foi destruído. Nos acampamentos, eles colocam crianças na linha de frente e usam capuzes
Ao voltar da área dominada pela LCP, fica claro, nas reservadas conversas com alguns poucos moradores dispostos a contar algo, que o terror disseminado pela guerrilha se mede pelo silêncio dos camponeses. Os revoltosos controlam a vida das pessoas, além de investigar quem é quem na região. Quem não "colabora" com eles – fornecendo dinheiro, gado ou parte da produção – vira alvo de ataques covardes. Histórias de funcionários das fazendas da região que foram colocados nus sobre formigueiros ou que apanharam até abandonar o local estão muito presentes na memória dos moradores. As torturas praticadas pelos bandoleiros contra trabalhadores rurais dificultam até contratação de mão-de-obra na região. &quo t;Ninguém quer trabalhar mais na minha fazenda", admite Sebastião Conte, proprietário de 30 mil hectares de terra. Ele teve parte de sua terra "tomada" há dois anos pela LCP, a sede da fazenda foi queimada, assim como seus tratores, alojamentos e área do manejo florestal. O fazendeiro, acusado pela Liga de ser um latifundiário, é prova de que o terror da guerrilha é igual para todos. Segundo ele, nos últimos dois anos, teve que enterrar três de seus funcionários. "Todos eles assassinados barbaramente", diz Conte. "Estou pedindo socorro. Não sei mais a quem recorrer."
Longe de lá, na cidade de Cujubim, os trabalhadores rurais empregados das fazendas não dispensam o porte de armas. "Aqui ou você anda armado ou está morto", diz M.L. O capataz da fazenda e seu filho já perderam a conta de quantas vezes trocaram chumbo com os mascarados que tentam invadir a fazenda. Tratados como paramilitares, os funcionários das fazendas são, depois dos fazendeiros, os alvos prediletos dos ataques da Liga. Nelson Elbrio, gerente da Fazenda Mutum, teve o azar de cair nas mãos da "organização". Ele foi rendido exatamente como os militares da Polícia Ambiental e ficou preso sob a mira de uma arma por seis horas. "Assim que eu fiz a curva na estrada dei de cara com uns 15 homens encapuzados e fortemente armados. Eles me tiraram do carro e a partir daí vivi um inferno", conta Elbrio. "Eles queriam que eu revelasse os segredos da fazenda: quantas p essoas trabalhavam lá, depósito de combustível, se tinha seguranças armados." O sofrimento do funcionário se estendeu até o final da tarde, quando o grupo o arrastou até a sede da fazenda, dando tiros de escopeta próximo a seu ouvido. Em seguida, o obrigaram a assisti-los incendiando a propriedade e os tratores. "Nunca mais dormi bem", diz Elbrio.
Com a morte à espreita, o medo transformou distritos inteiros em zonas despovoadas – verdadeiras vilas fantasmas – e criou uma massa de gente refugiada de sua própria terra, expulsa pela guerrilha. Em Jacilândia, das 25 casas de madeira da única rua do distrito, só oito estão habitadas. Até a igreja fechou suas portas. "O povo foi embora com medo dos guerrilheiros", conta um dos moradores, um ancião que só admite a entrevista sob o anonimato. "Aqui não podemos falar nada. Para ficar de pé tem que se aprender a viver", diz o velho agricultor. O silêncio e o abandono das terras são a mais dura tradução desse novo modo de viver. Maria, a mãe do agricultor assassinado, não esperou a missa de sétimo dia do caçula. Deixou para trás os 100 hectares, onde tinha 100 cabeças de gado e a casa recém-constru ída. Partiu para um lugar ignorado, sob a proteção de outro filho.
O SILÊNCIO
Naquele pedaço de terra, os poucos que, apesar de tudo, permanecem na área não têm rostos ou nomes. Quando interrogados pela polícia na apuração dos crimes, eles se tornam também cegos e surdos. "Não existe testemunha de nada", reclama o delegado Gonçalves. A razão das infrutíferas apurações policiais é que os insurgentes presos são facilmente liberados pela Justiça. "Como eles usam a tática guerrilheira do uso de máscaras em suas ações, nós ficamos de mãos atadas para puni-los. Nunca se sabe quem de fato matou", queixa-se o delegado. As únicas lideranças da LCP a enfrentar a prisão por causa de assassinatos foram Wenderson Francisco dos Santos (Russo) e Edilberto Resende da Silva (Caco), que se encontra foragido. Os dois foram acusados de participar do assassinato do trabalhado r rural Antônio Martins, em 2003. Russo foi absolvido em primeira instância e os promotores recorreram da decisão ao Tribunal de Justiça.


MEDO OU CAUTELA?
"Nem com 50 homens armados eu tenho coragem de entrar nas terras deles", diz o delegado Gonçalves
A ABIN SABE
Essa tensão é o pano de fundo de uma guerra psicológica que os ideólogos da organização avaliam como a ideal para que a área seja abandonada pelos fazendeiros. "A melhor forma de desocupar a área é destruindo o latifúndio", nos disse um dos mascarados, chamado de Luiz por um colega. Na lógica da LCP, os fazendeiros têm que tomar prejuízo sempre, senão eles não abandonam a terra. À frente de 300 famílias da invasão da Fazenda Catanio, uma propriedade de 25 mil hectares, o guerrilheiro Luiz defende o confisco do gado para matar a fome dos invasores e considera que a "tomada" de terra é a forma legal de fazer uma "revolução agrária". "Se esperarmos a Justiça, ficaremos anos plantados aqui", diz ele.
A audácia dos militantes da LCP é tanta que no ano passado mais de 200 deles marcharam encapuzados pelas ruas do município de Buritis, a 450 quilômetros de Porto Velho, até parar na porta da delegacia, onde exigiram a saída do delegado Gonçalves da comarca. Motivo: ele tinha prendido um dos líderes da facção guerrilheira. Não satisfeitos, os bandoleiros bateram às portas do Ministério Público e da Justiça exigindo que os titulares dos órgãos também se afastassem. O fato foi reportado ao Ministério da Justiça, ao presidente Lula e ao governo estadual. Até agora, não houve nenhuma resposta. "Ninguém leva a sério nossas denúncias. Eles pensam que estamos brincando, que a denúncia de guerrilha é um delírio", indigna-se o delegado Gonçalves. "Isso vai acabar numa trag édia de proporções alarmantes, e aí sim vão aparecer os defensores dos direitos humanos", critica ele. É exatamente nessa desconsideração das denúncias de promotores, juízes e militares que a Liga ganha força e cresce impunemente.
Tão trágica quanto o terror que esse grupo armado impõe às comunidades rurais é o fato de os governos estadual e federal saberem da existência desse bando armado – e não fazerem nada. Segundo o Dossiê LCP, um relatório confidencial da polícia de Rondônia, com 120 páginas, encaminhado em dezembro passado à Agência Brasileira de Inteligência (Abin), ao Exército e ao Ministério da Reforma Agrária, o grupo armado, além de cometer todo tipo de barbaridade, é financiado por madeireiros ilegais. Conforme o documento, a LCP controla uma área estimada em 500 mil hectares, onde doutrina mais de quatro mil famílias de camponeses pobres espalhadas por mais de 20 assentamentos da reforma agrária distribuídos pelos Estados de Minas Gerais, Pará e Rondônia. "Eles estão na contramão do que &eac ute; contemporâneo. Mas, de fato, formaram um ‘Estado’ paralelo", entende Oswaldo Firmo, juiz de direito da Vara especializada em Conflito Agrário do Estado de Minas Gerais.
FORÇA-TAREFA
Documentos em poder de ISTOÉ comprovam que as autoridades federais têm feito ouvidos de mercador para o problema. No dia 11 de janeiro de 2008, o ouvidor agrário do governo federal, desembargador Gercino José da Silva Filho, acusou o recebimento das denúncias encaminhadas a ele sobre as ilegalidades cometidas por integrantes da Liga dos Camponeses Pobres. Mais uma vez, nada foi feito. "Eles dizem que sabem de tudo, mas cadê a ação?", questiona o major Nascimento, comandante da Polícia Militar Ambiental de Rondônia. "Essa situação aqui só será resolvida em conjunto com outras forças militares", admite o major. Foi o que aconteceu no Estado do Pará, em novembro passado, na chamada Operação Paz no Campo, quando uma ação envolvendo o Exército, as polícias civil e militar e a Polícia Federal desocuparam um acampamento da LCP na Fazenda Fourkilha, no sul do Estado. Com dois helicópteros, 200 homens e 40 viaturas, a força-tarefa cercou o local, prendeu cerca de 150 militantes e recolheu um verdadeiro arsenal de guerra. "Precisamos da mão forte do Estado. Aqui somos tratados como cidadãos marginais", emenda o fazendeiro Sebastião Conte.


SOCORRO F.F.A.A. DO BRASIL!!!!!!!